terça-feira, 13 de outubro de 2009

Boquilhas para todos os gostos

A busca insaciável pela boquilha ideal é um “mal comum” para os saxofonistas. Neste aspecto eu procuro sempre a que me é mais confortável e relego a sonoridade para segundo plano, pois acho que não vale a pena ter um som poderoso e ao mesmo tempo estar a tocar em esforço. Por outro lado, a variedade de boquilhas é tanta que nunca as poderei experimentar todas. Aliás, em vez de experiências procurei compreender em que diferem e assim consegui controlar a minha busca. Existe alguma literatura que esclarece tudo acerca de como a forma da boquilha, em toda a sua estrutura, afecta o som, a projecção, o ataque, etc. Eis dois exemplos: The Art of Saxophone Playing, Larry Teal; Developing a Personal Saxophone Sound, David Liebman.

Deixo-vos algumas imagens de boquilhas pouco conhecidas e o link onde podem encontrar mais.

Boa escolha!

Imagens recolhidas do website Mouthpiece Museum.